O JEC é nosso: criação do Conselho de Sócios

O Joinville Esporte Clube está perto de mais uma vez em sua história alcançar o fundo do poço: a queda para a terceira divisão. Enquanto decisões equivocadas são tomadas pela diretoria, o órgão do clube que deveria fazer a cobrança, lançar novas ideias e trabalhar em prol do clube, parece morto.
O Conselho Deliberativo pouco ou nada faz de efetivo. Focam em vaidades e ambições pessoais, motivados por política, economia ou egocentrismo, o que insustenta a figura presidencial, que, sem experiência, se vê desamparada e sem o respaldo necessário.
Reforçamos a importância de o torcedor realmente ter voz dentro do clube para mudar essa situação. Afinal, somos nós que apoiamos a cada jogo, pegamos sol, chuva e seguimos esse clube em qualquer divisão.
Para isso acontecer, só enxergamos um jeito: a criação de um Conselho de Sócios, mas que não seja apenas item de decoração, e sim que tenha poder e influência dentro do clube. Esse conselho de sócios precisa ser um órgão dentro do clube, previsto no estatuto, assim como o conselho deliberativo. Sabemos que para vencer os desafios é preciso estar junto, colaborar e questionar.
O objetivo do conselho é dar voz ao sócio torcedor, que é o principal financiador dos projetos do JEC, mas que, infelizmente, não tem espaço para acompanhar e sugerir ações para ajudar o clube do seu coração. Fiscalizar as ações diretoria, colaborar com a solução dos problemas, tornar o Joinville um clube do sócio e despertar nele um sentimento não só de mero pagador de mensalidades, mas também de responsável pelo bom funcionamento da instituição.
A torcida do JEC sempre sustentou o clube. Quando nem série nos tínhamos, o torcedor fez com que o clube não fechasse as portas. O clube saiu do fundo do poço; agora, alguns que se acham maiores que o Joinville, estão trabalhando para cavar um poço do lado daquele da época em que estávamos sem série. Não podemos e não vamos deixar isso acontecer. Conselheiros que só pensam em seus interesses, o JEC não precisa de você e do seu dinheiro. Precisamos de pessoas que realmente queiram o bem do clube.
Convidamos a torcida tricolor a ser mais uma vez presente e vamos juntos batalhar pelo clube que amamos. O estatuto do Joinville (Direitos dos associados, Art. 19) diz que é preciso de assinatura de 10% dos associados para que se convoque uma assembleia geral. Em dia, o clube tem hoje cerca de 7 mil associados. Ou seja, são cerca de 700 assinaturas para que possamos começar a colocar em prática o Conselho de Sócios.
Para que a assembleia seja convocada, é preciso ter pauta para ser levada aos conselheiros. Nós apontamos dois itens. Entretanto, outros pontos podem ser adicionados ao longo do processo.
1) Apresentação da prestação de contas detalhada do ano de 2015 e do primeiro semestre de 2016;
2) Apresentação e votação da proposta da criação de um conselho de sócios, que seria eleito de forma democrática por todos os associados efetivos do Joinville Esporte Clube que não participarem do Conselho Deliberativo, mediante candidatura. O mandato do Conselho é de um ano (ou dois).
Para assinar, basta clicar neste link (http://migre.me/uBWX6)
Por fim, é preciso deixar claro que a possível aprovação deste Conselho de Sócios não deve ser encarada como favor da diretoria do clube, mas sim como dever dos sócios torcedores. A ideia deste conselho difere da comissão da torcida, projeto que partiu de dentro do JEC, e que vem sendo divulgada na imprensa. Entendemos que, para ter influência no clube e independência, este movimento tem que partir dos torcedores, organizado sem interferência do clube.
O momento é de união, deixar as diferenças para escanteio, e focar no que realmente todos nós torcedores queremos: que o maior clube de Santa Catarina faça jus ao tamanho de sua torcida.
Sem luta, não há vitórias: o JEC é nosso!
* Carta dos integrantes do Sou JEC (Alexandre Perger, Alison Mueller, Gabriel Nunes, Guilherme Weiler, Henrique Genoveva, Maicon Silva, Raphael Flores, Roberto Casagrande, Rodrigo Rochadel e Yan Pedro) a todos os torcedores e à diretoria do Joinville Esporte Clube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *