20 anos depois, Joinville e Chapecoense voltam a decidir o campeonato catarinense

Desconfianças e incertezas pairavam sob os ares tricolores no primeiro turno, onde o JEC apresentava um futebol pobre e fraco. Até que mudanças aconteceram, voltamos a jogar bem, e indiscutivelmente estamos na final da competição. Fases bem distintas, mas que já passaram, agora o foco é na guerra dividida em duas batalhas, que terá a duração de 180 minutos. Temos que vencer a primeira, e sabemos como fazer isso!

jec 3

Com o cancelamento do jogo do meio de semana contra o Comercial-MS (copa do Brasil), o tricolor teve a semana cheia para trabalhar, visando o grande jogo contra a Chape. E provavelmente teremos novidades no time, pois Pereira é quem deve assumir a vaga de camisa 9, ou falso “9”, no caso, já que William Paulista e Murilo estão vetados pelo departamento médico. Sobre a possibilidade de ser titular e sobre a função de falso 9, Pereira disse o seguinte: “Na verdade, se eu estiver entre os 11, a gente joga de qualquer coisa. A gente brinca que o importante é estar entre os 11. Se ele precisar, pode contar comigo.”

jec 1

Falando sobre o emocional, Hemerson Maria destacou fatores importantíssimos sobre uma final: “É uma decisão, a dimensão não vai mudar, o torcedor não vai entrar para dentro de campo. O que é importante é controlar a ansiedade. É estar atento, ligado, com o dedo na tomada os 90 minutos”. Seguindo com as palavras do nosso comandante, ele projetou o duelo frente o verde do oeste: “Espero muito equilíbrio. A vitória lá em Chapecó despertou a maior atenção e eles estão abrindo os olhos para o time do Joinville”.

Confira agora as prováveis escalações e o trio de arbitragem:

JOINVILLE: Agenor | Edson Ratinho, Bruno Aguiar, Rafael Donato e Diego | Naldo, Kadu e Anselmo | Juninho, Felipe Alves e Pereira | Técnico: Hemerson Maria;

CHAPECOENSE: Danilo | Cláudio Winck, William Thiego, Marcelo e Dener | Gil, Cléber Santana, Hyoran e Lucas Gomes | Ananias e Bruno Rangel | Técnico: Guto Ferreira;

ARBITRAGEM: O apito será comandando por Héber Roberto Lopes, que será auxiliado por Neuza Inês Back e Helton Nunes.

O jogo tem seu início marcado para as 16h e será amanhã (1/05), para quem sabe abrirmos bem o mês de Maio. Sobre a torcida, obviamente a expectativa é de casa cheia, o estádio certamente estará lotado para este grande jogo. Aproveitando o assunto, vamos aqui fazer um convite para você que estiver lendo esse humilde pré-jogo: Chegue um pouquinho mais cedo, vamos ajudar a fazer uma recepção do ônibus como nunca foi feita antes, carregar ele nos braços até o portão da Arena, vamos ajudar a inspirar os nossos guerreiros, vamos ajudar a vencer essa guerra!

jec 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *