Foi suado, literalmente

O agora "Ítalo Melo" e o ex tricolor Aldair em lance da partida. Foto: Assessoria de imprensa JEC
O agora “Ítalo Melo” e o ex tricolor Aldair disputando um lance da partida. Foto: Assessoria de imprensa JEC

 

Um domingo de sol, temperatura girando em torno dos 300 C° e eu, você e mais de 6000 pessoas assávamos o nosso popoti naquele concreto ardente que chamamos de arquibancada. Tanto empenho de nossa parte se deu pelo resultado favorável entre Brócolis e Chape, no sábado e pela promoção de ingressos né? Afinal de contas 20 pilas para ver o tricolor não é de se jogar fora.

Panorama

A tempos todos tem falado, virou um mantra, Maria tem feito o que dá com o que tem. No primeiro tempo de Joinville 1 x Balneário Camboriú 0, foi o que vimos. Maria entrou em campo com o que o Joinville dispõe de melhor no momento e repetiu o esquema tático que vem utilizando desde que chegou, o que é muito bom visto que no inicio não havia nem isso.

Primeiro tempo foi triste aguentar
Primeiro tempo foi triste aguentar

O primeiro tempo

Foi difícil acompanhar o primeiro tempo. O Joinville pouco chegou e quando chegava era nítida a falta de qualidade de jogadores como Diego, Ítalo e Edson Ratinho. O lance mais perigoso foi quando Felipe Alves completou uma cobrança de escanteio com a coxa e o goleiro defendeu. Fora isso foi um primeiro tempo bem apagado do Kadu, Anselmo e Marinaldo como sempre carregando o piano e Victor Oliveira e Aguiar jogado razoavelmente bem frente a um ataque bem fraquinho do Camboriú.

Destaque

Aldair aproveitando bobeira de Bruno Aguiar parte livre com a bola e… Cai de propósito para não marcar contra aquele que pode contrata-lo lá na frente 😉

 

WJ precisa entender que o gol não é mais que sua obrigação. Não quer cobrança vá para serviço público.
WJ precisa entender que o gol não é mais que sua obrigação. Não quer cobrança vá para serviço público.

 

Segundo tempo

No fim do primeiro tempo a equipe que havia saído sob algumas vaias volta com mudanças. Sai o zagueiro Victor Oliveira e entra o contestado atacante William Paulista. O Joinville volta jogando melhor, partindo mais para cima do Camboriú e criando boas jogadas principalmente pelo lado direito com Ratinho. Logo no inicio da segunda etapa Felipe Alves sai para a entrada de Welinton Júnior, que seria o personagem do jogo. O Jec seguia martelando com Naldo, William Paulista e Juninho mas parava no goleiro do Camboriú que fazia boas defesas, até que aos 17 minutos Welinton Júnior completa cruzamento de William Paulista e abre o placar, além de dar números finais ao jogo. Joinville 1 x Camboriú 0. O gol deu a vitória e também a liderança isolada do segundo turno do catarinense ao Joinville. Estamos nos trilhos para a final meus amigos. Obs.: Jogada de William Paulista e gol de Welinton Júnior? Espero que sirva como um start para melhora desses jogadores.

 

Mauro Cezar Pereira comentarista ESPN famoso por sempre usar esse adjetivo aos lances bisonhos do futebol.
Mauro Cezar Pereira comentarista da ESPN famoso por sempre usar esse adjetivo aos lances bisonhos do futebol.

Destaque

O destaque do segundo tempo fica por conta do ganhador do Troféu Mauro Cezar Pereira devido a sua PÍFIA comemoração após marcar um gol que até a minha avó, dona Astrogilda marcaria. Parabéns Welinton Júnior, você errou 9 de 10 lances que participou e acha que não estamos na razão de pegar no seu pé? Não quer cobrança? Siga sua carreira no serviço público meu amigo.

 

 

Para finalizar agora somos lideres, com dois pontos de vantagem para a Chape e seis pontos de vantagem para o Brócolis. Se continuarmos assim, fazendo o que dá com o que tem, estaremos decidindo esse certame contra a Chapecoense dentro de algumas semanas.

Que venha o Inter!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *