O sócio é o maior parceiro do Joinville (e merece ser tratado assim)

image

A publicação de hoje é rápida, direta e objetiva.

O colunista Elton Carvalho publicou em seu blog Toque de Letra que o Joinville ainda procura um patrocinador master para esta temporada. Como já mencionei em muitas oportunidades, a cidade foi contagiada pelo Joinville, mas o empresariado de Joinville não contagiou o JEC. Ou seja, menos apoio, menos verba, (teoricamente) menos peso na contratação. (E não estou falando do padrão Jael de peso.)

Se as expectativas nada otimistas que Carvalho publicou estiverem certas, fica aqui neste site um apelo aos dirigentes, de um mísero sócio-torcedor. Estampem, com orgulho, que o sócio-torcedor é a maior fonte de lucro do Joinville Esporte Clube. Ao invés do logo da Salfer, coloquem o nome do programa de sócios.

O sócio precisa se sentir amparado pela entidade que apoia e, do outro lado, essa entidade precisa reconhecer que sem seu sócio-torcedor não estaria mais de pé.

Passam gestões, funcionários, diretores, presidentes, técnicos, atletas. Fica a história construída pelo torcedor, os mitos criados pelo torcedor e as conquistas que o torcedor ajudou a erguer.

O clube em si, passa. A torcida fica.

Fica a dica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *