Vote: E aí? Qual deve ser o time titular do Catarinense

Ao final da matéria participe da enquete e escolha o time ideal para o Catarinense.

Esta semana marca a reapresentação do grupo do Joinville visando a temporada 2016. Dos atletas que disputarão a temporada pelo Tricolor só não treinaram hoje pela primeira vez no ano com o técnico Paulo César Gusmão o volante Anselmo, que alegou problemas particulares para resolver, e o grupo que está disputando a Copa SP (Copinha).

image

Sendo assim, se não houver mudanças até a primeira partida do Catarinense, o grupo base terá os nomes abaixo, sendo que alguns deles ainda pertencem às categorias de base.

Goleiros: Agenor, Jhonatan e Matheus;
Laterais: Mario Sérgio, Diego, Héracles e Edson Ratinho;
Zagueiros: Bruno Aguiar, André Baumer, Danrlei, Guti e Rafael Donato;
Volantes: Naldo, Anselmo, Diego Felipe, Kadu, Diones e Luiz Menezes;
Meias: Juninho, Gustavo Sauer, Jonathan e Ítalo;
Atacantes: Felipe Alves, Fernando Viana, Mariano Trípodi, Welinton Júnior, Willian Popp, Mateus Silva, Adriano e Zé Arthur;

Ainda pode surgir mais um ou outro garoto da base para se integrar com o profissional, mas em princípio estes são os nomes que devem representar o JEC na primeira competição do ano. Maringá e PC estão dizendo nas coletivas que ainda procuram um nome de atacante de área, um homem de referência. No resto das posições, não se vê um esforço aparente na busca.

image

 

Obviamente, a escalação dos 11 iniciais será decidida pelo aproveitamento de cada um nos treinos, onde PC Gusmão deve ter principalmente as seguintes preocupações:

1) Popp e Anselmo ficam?

Rumores dão conta que Willian Popp e Anselmo podem ser negociados e jogar no futebol alemão em 2016. As negociações estão avançadas, mas nenhum acerto foi feito ainda.

2) O meio campo

Usar mais volantes ou meias de armação e ataque? Se PC for usar sua qualidade indiscutível nos volantes do grupo para colocar entre os titulares 3 volantes (mesmo que atuando mais à frente, como já fizeram), terá de escolher entre um monstruoso jogador chamado Anselmo (caso permaneça), um raçudo Naldo, um jovem e habilidoso Kadu e ainda as duas peças novas, Diego Felipe (que veio muito bem recomendado das bandas de Florianópolis) e Diones (homem de confiança do superintendente de futebol João Carlos Maringá).

Porém, se mesmo com tantos bons volantes Gusmão preferir colocar um meio campo que crie ou ataque mais, poderá ter problemas pela falta de experiência. Entre os meias tricolores, Gustavo Sauer é o mais experiente e nunca chegou nem perto de ser titular absoluto de treinador algum do Joinville. Promessa desde 2013, mesmo sendo emprestado a alguns clubes Gustavo nunca virou realidade. Ítalo foi destaque no Catarinense do ano passado, porém atuando como um meia-atacante, o que não faria dele um armador – como se espera do futebol de Jonathan, por exemplo – e parece ser também esta a função que Juninho faz.

3) Ataque

Com ou sem Popp, PC deve ter dificuldades de montar um bom ataque com os nomes disponíveis. Isso porque Popp talvez nem seja titular num ataque cheio de interrogações. Fernando Viana vai finalmente despontar a fazer gols e se tornar um prata da casa que emplacou de vez? Mariano Trípodi vai finalmente ter uma sequência pelo Joinville, e vai agarrá-la se tiver? Welinton Júnior evoluiu no empréstimo ao Paysandu? Felipe Alves vai conseguir marcar e servir aos companheiros numa função parecida com a outrora ocupada por Edigar Júnio? Adriano, Mateus Silva e Zé Arthur podem surpreender no profissional?

4) A zaga

Com a renovação de Bruno Aguiar e sua melhora de rendimento na temporada passada, Bruno parece ter vaga garantida na zaga de PC Gusmão. Guti, titular com todos os técnicos que jogou, após começar bem, decaiu no fim do campeonato e chegou a prejudicar em alguns jogos. Rafael Donato, quando jogou, atendeu e até superou expectativas e agora foi cedido mais um ano pelo Cruzeiro. São 3 bons e importantes jogadores, o problema é que PC Gusmão não deve usar 3 zagueiros…

E aí torcedor, quem falta para o time ficar completo? Qual sua escalação ideal com as peças que temos? Participe na enquete abaixo, na próxima semana divulgaremos o resultado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *