Não faz sentido

A diretoria do Joinville reduziu o preço do ingresso novamente. E com aquela promoção que não faz o menor sentido. Se você é sócio e tem um amigo (ou alguém da família, tipo aquele cunhado chato pra cacete) que está a fim de ir ao jogo contra o Santos, ele vai pagar apenas R$ 30. Desconto de 70% em relação ao preço original e surreal de R$ 100. Preço bacana e razoável para o momento do JEC, mas que poderia até ser menor.

Mas, se você — que não é sócio, está com vontade e pode ir à Arena neste domingo — não é “amiguinho” de um sócio, aí vai uma má notícia. O ingresso é R$ 50. Por que? Provavelmente porque a diretoria do JEC acredite que, desta maneira, esteja valorizando o sócio. Não faz sentido. Contra Figueirense (8.954) e Coritiba (7.416) pouquíssimos ingressos foram vendidos por causa da promoção. Com um detalhe: os coleguinhas dos sócios pagavam R$ 20, e não R$ 30.

“Ah, mas não adianta, tem cara que só vai quando o time está bem”, você pode argumentar. Concordo, é o que mais tem por aí. Então é justamente esta uma boa hora (uma visão bem oportunista, é verdade) para chamar ao estádio aquele torcedor que não pode ser sócio por que a grana está curta. Ele tem outras prioridades na vida, como família, saúde etc.

Que me perdoem quem concorde com a promoção, mas isso é apenas um agrado de uma diretoria que cansou de errar em 2015. Neste momento, não vale de absolutamente nada. O JEC está a cinco pontos de sair do Z4, a cinco rodadas do final do Brasileirão. O adversário está na final da Copa do Brasil, tem um time fortíssimo. Vamos jogar desfalcados de vários jogadores importantes (Naldo, Kadu, Lucas Crispim e Edson Ratinho) e um empate praticamente define o rebaixamento à série B.

A vitória tem que vir de qualquer jeito. E o empurrão que vem das arquibancadas vai ser fundamental para que o JEC escape da série B de 2016. Nós temos que acreditar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *