Lembra? Os icônicos jogadores que passaram aqui nos piores anos do JEC

Nos tempos difíceis também rodou gente boa por essas bandas. Voltando um pouco no tempo, “pescamos” algo de bom nesse “mar morto”. Elegemos aqui alguns dos icônicos jogadores dessa fase, que vestiram nosso manto com garra em uma época que não gostamos de lembrar. Todos eles, e mais alguns, merecem nosso reconhecimento por se destacarem em meio à tanta falta de qualidade.

fantickFantick (meia)

O meia-atacante, que chegou ao JEC com status de ídolo de um dos maiores rivais não demorou a conquistar também a torcida Tricolor. Dono de uma invejável disposição dentro de campo, sempre foi conhecido pela raça e técnica. Em 2007, uma grave lesão o deixou fora dos gramados por mais de um ano e, mesmo recuperado, não foi mais o mesmo.


vaguinho

Vaguinho (atacante)

Atacante rápido e habilidoso, encantou a torcida em sua primeira passagem, entre 2003 e 2005. Dono de dribles rápidos e desconcertantes, infernizava as defesas adversárias. Também conhecido pelas “pedaladas” na noite, Vaguinho até hoje ainda tem suas “viúvas”, torcedores saudosos de sua magia em campo. Retornou em 2009 sem lembrar nem de longe o futebol de outrora.


pitol

Pitol (goleiro)

Revelado nas categorias de base do Grêmio, Marcelo Pitol guardou a traves Tricolores nos anos de 2006 e 2007. Bom goleiro, foi quase que uma exceção durante uma fase em que goleiros de qualidade eram raridade no JEC.


marcelinho-silva

Marcelo Silva (meia)

Destaque no Marcílio Dias em 2000, teve sua primeira passagem pelo JEC em 2005. Depois, retornou em 2008 e ficou até 2011, quando encerrou sua carreira. Meia habilidoso, bom driblador e de toque de bola refinado, era daqueles meias que hoje nos fazem falta.


edgolEdgol (atacante)

Edgar foi relevado da base do JEC e teve boas atuações no tricolor, sendo um dos artilheiros do time com apenas 19 anos. Edgol chegou a disputar o campeonato sul-americano sub-20 pela Seleção Brasileira e dispertou o interesse de diversos grandes clubes, acabou indo para o São Paulo, onde não fez tanto sucesso. Hoje joga nos Emirados Árabes (fizemos uma entrevista com ele no início do ano, clique aqui para ler).


emerson-aleixo

Emerson Aleixo (zagueiro)

O zagueiro-artilheiro Tricolor foi um dos xodós da torcida durante os anos difíceis. Entre 2005 e 2006 anotou 21 gols na Arena. Batedor oficial de pênaltis, demonstrava segurança nas cobranças e também na hora de defender. Retornou em 2009, notavelmente fora de forma e nem jogou.


ricardo-oliveira

Ricardo Oliveira (volante)

Volante estilo “cão de guarda”, fez boa dupla com Carlinhos Santos no JEC de 2009. Bom marcador e preciso na saída de jogo, deixou o Tricolor pela falta de calendário para o segundo semestre daquele ano. Ventilou-se seu retorno mais tarde, o que não se concluiu.


tesser

Rafael Tesser (lateral-direito)

Lateral direito daqueles clássicos, habilidoso e veloz, destacou-se na campanha do vice-campeonato catarinense de 2006. Retornou em 2009 em plena forma, no elenco que conquistou a Copa SC daquele ano e consequentemente o retorno ao calendário nacional.


willian

William (meia)

Este chegou ao Joinville como um sonho antigo da diretoria, teve passagens por Figueirense (campeão estadual) e Atlético-PR (vice-campeão nacional). No Joinville ele sofreu muitos com as lesões, mas sempre que jogava ia bem. Chegou ao JEC em 2009, quando o time tentava se classificar para a Série D daquele ano.


capixaba

Ronaldo Capixaba (atacante)

Foi o artilheiro do JEC no ano que subimos para a Série B. Chegou com uma certa desconfiança, mas logo caiu nas graças da torcida, mostrando-se um excelente goleador. Na época chegou até a ter ser nome entre os trending topics do Twitter. Além do título da Série C de 2011 também foi um dos destaques no título da Copa SC do mesmo ano.


renato-santos

Renato Santos (zagueiro)

Foi titular da campanha do título da Série C de 2011 e também da Copa SC do mesmo ano, assim como Capixaba. Saiu daqui pra jogar no Avaí, e depois foi contratado pelo Flamengo.


claudemir

Claudemir (meia)

Conhecido como o motorzinho do time, Claudemir era reconhecido por não cansar e correr muito durante todos os jogos que disputava. Baixinho, ele infernizava as zagas por onde passava.


samuel

Samuel (zagueiro)

Samuel era um zagueiro alto e muito forte e foi campeão da Copa Santa Catarina em 2009 pelo tricolor. Não teve seu contrato renovado e foi contratado pelo São Paulo, disputou algumas partidas lá e foi pro futebol alemão, onde não teve destaque. Hoje joga no ABC.


lima

Lima (atacante)

Lima tem uma relação de amor e ódio com a torcida. É o maior artilheiro da história tricolor, com 140 gols. Sempre teve problemas extra campo, inclusive o JEC foi o único time onde ele conseguiu se firmar e ter destaque. Hoje está jogando a Série D pelo Metropolitano. Foi artilheiro 4 vezes da Copa SC pelo JEC, e uma vez do Campeonato Catarinense.


paulinho-dias

Paulinho Dias (volante)

Volante rápido, foi cogitado como um reforço este ano para o JEC. Jogou aqui entre 2009 e 2010 e teve boas atuações quando jogou.


jailton

Jailton (meia)

Tudo bem que ele teve uma passagem um pouco apagada na Série B e não agradou a torcida. Mas foi uma peça importante do tricolor no título da Série C de 2011.


ricardinho

Ricardinho (meia)

Sim, aquele mesmo do Figueirense, ele chegou aqui quando estávamos na Série D e teve diversas passagens pelo time. Por um tempo foi o capitão da equipe. Preciso na bola parada, o meia decaiu de qualidade quando o time subiu para a Série B e acabou tendo seu salário não renovado.


tiago-realTiago Real (meia)

Ele veio do Coritiba emprestado, e foi um dos destaques do time na Série C de 2011. Tanto é que após o acesso, foi sondado por diversos clubes grande e acabou indo para o Palmeiras.


galeanoGaleano (volante)

Galeano chegou em fim de carreira no tricolor. Ele chegou numa época em que disputávamos a divisão especial do Catarinense. Não teve uma passagem das melhores aqui, veio com pinta de jogador famoso, e só fez marketing.


cesar-prates

César Prates (lateral-esquerdo)

Outro jogador veterano que veio para o JEC. Ele jogou aqui em 2010, e veio com pinta de craque por ter passado por diversos clubes grandes. Jogou por um tempo e logo saiu para o Náutico. Não chegou a ter uma passagem marcante.


marcao

Marcão (volante)

Marcão chegou como uma das principais contratações da época, e teve um certo destaque. Disputou apenas uma parte do ano de 2008 pelo JEC e logo foi embora.

Um comentário sobre “Lembra? Os icônicos jogadores que passaram aqui nos piores anos do JEC

  1. Sou de São Paulo e morei em Joinville de 2010 a 2015, onde pude ter a oportunidade de torcer muito pelo JEC e pela SERCOS (clube amador do bairro Costa e Silva). Tenho muitas saudades dos ídolos daquela época. Infelizmente hoje o JEC ainda sofre com problemas de má gestão, o que fez com que o time despencasse da Série A para a C.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *