Não foi o Brasil e Alemanha como a maioria esperava

Foto: Mariela Guimarães | O Tempo
Foto: Mariela Guimarães | O Tempo

As notícias que corriam no mundo do futebol para esse jogo eram similares em todos os cantos do país, aos olhos do torcedor seria um novo jogo entre Brasil e Alemanha. Um dos times mais qualificados do Brasileirão contra o cavalinho recém descongelado, mas o futebol surpreende.

O Joinville deixou de jogar para neutralizar os ataques do atlético, que até os 34 minutos da primeira etapa deu certo, quando o zagueiro artilheiro Leonardo Silva abriu o placar diante de quase 56 mil pessoas no Mineirão.

Após sofrer o gol o tricolor resolveu partir pra cima e não colocou a bola pra dentro por detalhes, novamente não caprichou nas finalizações. Lucas Crispim, Kempes e Naldo tiveram chances claras de igualar o placar, além de impedimentos mal anulados pelo juiz da partida. Temos que levar em consideração ainda as ausências, Adilson Batista teve que improvisar nas duas laterais além do seu pilar no meio campo, Anselmo.

Acho que assim como eu o torcedor jequeano está cada vez mais otimista, sei que apenas ficar no quase não é o suficiente, mas pra quem via um Joinville apático nas primeiras rodadas consegue ver uma luz no fim do túnel depois dos últimos quatro jogos.

Pra cima deles JEC! #TôFechadoComoJEC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *