Decisão sem fim

Nos últimos anos virou rotina vermos o JEC nos tribunais. O Tricolor mostrava destreza no seu departamento jurídico e encontrava “furos” dos outros clubes, foi até chamado de “dedo-duro” pelos adversários.  Isto aconteceu em 2010 no acesso para a Série C e em 2014 no caso que tirou seis pontos do América Mineiro.

Mas agora somos réus! Tenho certeza que o torcedor Tricolor deve ter ficado assustado e surpreso com a notícia da irregularidade do jogador André Krobel justamente por essa fama de organização nos registros. Talvez isto venha para mostrar que o excesso de confiança ás vezes pode causar um tombo dos grandes.

Agora é esperar que o título conquistado no campo, depois de tanto tempo, não escape das nossas mãos. Perdemos as duas primeiras batalhas, mas era previsto. A decisão será no STJD (provavelmente em julho), que já decidiu á favor e contra em casos semelhantes. É uma verdadeira incógnita o resultado do julgamento, mas damos um passo á frente ao contratar, para auxiliar na nossa defesa, o mesmo advogado que trabalhou em casos idênticos e recuperou os pontos de Brusque e Concórdia em 2013 .

Somos legitimamente campeões, mas doeu na alma ver a nação comemorar de forma tão tímida o título Catarinense. Sim, eles conseguiram tirar um pouco do brilho da conquista! Mas espero que o troco venha no campo e na Série A!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *