A defesa é o melhor ataque?

image

O técnico Hemerson Maria já declarou que o JEC não tem condições de ter o melhor ataque da série A e tem apostado suas fichas na sólida defesa tricolor, que começa na barreira composta por Naldo e Anselmo, segue na muralha defensiva da zaga Bruno Aguiar e Gutti e acaba no paredão Ivan. E a aposta parece funcionar. Só em 2015, foram três jogos até agora e nenhum gol sofrido.

Tudo bem, os adversários não foram os mais difíceis. O sub-23 do Atlético-PR, o J. Malucelli e o Paraná não garantem que o Joinville não sofrerá gol algum no Catarinense, na Copa do Brasil ou na Série A. Mas reforçam o que iniciou na Série B passada, uma sólida e regular campanha que terminou no levantar da taça de Campeão.

E é essa regularidade que pode preocupar: se ano passado o equilíbrio entre defesa e ataque era aparente, nessa pré-temporada o ataque, órfão do até então monstro insubstituível Edigar Júnio que foi devolvido ao CAP, marcou apenas um gol em três jogos. E contra equipes que deveriam ser, em tese, mais fáceis de bater.

Algumas coisas mudaram por aqui, torcedor. Saiu o inesquecível Edigar, entrou a também cria atleticana Bruno Furlan. Que, aliás, foi o autor do único gol tricolor na temporada até agora. Jael quase saiu – chegou a ser apresentado no Bahia – mas deve permanecer aqui. Rafael Costa chegou. Fabinho permaneceu, assim como Fernando Viana (foto). Na teoria, pouco mudou. Na prática, nunca é a mesma coisa. Digo isso porque Fernando Viana, aposta tricolor há anos, não parece ainda ter a regularidade esperada pela comissão técnica que depositou a titularidade no rapaz que não correspondeu com nenhum gol. Rafael Costa, que chegou com status de titular, nas vezes que entrou também ainda não respondeu ao chamado. Jael ainda se recupera da lesão que o tirou da reta final da Série B.

Será mesmo que a aposta de Maria vai ser a sina dessa temporada e a zaga vai decidir o campeonato por ineficácia do ataque? É a última coisa que esperamos. O jeito é aguardar o dia 1º porque até lá muito cachorro vai brigar pela titularidade e para mostrar serviço.

Seja dos pés de Viana, Rafa Costa,  Jael, Bruno ou Rafael Furlan, Popp ou Fabinho, ou seja até mesmo dos pés de Ivan, o melhor ataque não é o que impede gols do adversário, mas o que marca gol neles!

Pra cima deles, JEC!

Um comentário sobre “A defesa é o melhor ataque?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *