#JEC42anos – Nunca foi só pelo futebol, nunca foi só pelo JEC

Faltou gente aí.

Aproveitando o lastro deixado pelo meu precioso amigo Guilherme Luiz em seu último texto e também o momento de rara emotividade em virtude de toda a reflexão gerada pelo aniversário do Joinville Esporte Clube eu quero verbalizar alguns sentimentos e espero que eles sirvam para outros também.

A alguns dias atrás, numa conversa com um outro amigo que fiz recentemente cujo o JEC foi o elemento de condução dessa amizade, eu refleti sobre  o tema “o que nos fez acompanhar esse time que tanto nos maltratou nos últimos anos?” Durante essa reflexão cheguei a seguinte conclusão, nunca foi e nem nunca deve ser só pelo futebol ou só pelo JEC.

Equipe do Debate Tricolor na estreia do catarinense 2018.

O JEC e o futebol ganharam para mim um novo significado nos últimos anos, explico. O que me motiva a continuar indo ao estádio, a continuar torcendo e acompanhando, passando raiva, ficando feliz, ficando triste, rindo demais e as vezes de menos não é o futebol em si, nem tanto o JEC, se assim fosse eu certamente teria desistido, mas o que me motiva a continuar é na verdade o que vem junto nesse combo futebol + JEC e gratuitamente ainda por cima, que são as amizades.

O primeiro (e único) futebol.

De 2015 para cá eu conheci muita gente legal pra c#$%&! Grande parte delas pelo nosso amado blog e também pelo nosso amado programa de rádio. A amizade da galera aqui do blog transcendeu o futebol e o amor pelo clube, a gente virou amigo mesmo, de tomar cerveja, de falar sobre problemas, de pedir conselho e de desabafar, de discutir sobre assuntos polêmicos relacionados ao JEC, de visitar bebês recém nascidos, enfim, viramos amigos e eu nunca dei tanta risada e me diverti tanto na minha vida como nesse período e isso foi muito bom, muito obrigado pessoal! Se eu puder deixar um conselho, é esse: faça amigos, quantos puder. Cerque-se de gente da melhor qualidade e não ligue para rótulos ou estereótipos. Ah, e beba água, hidrate-se (um ensinamento que aprendi com um amigo por aí).

Um churrasco desse aí bicho!

Então, quando parei para pensar e levantei tudo isso, para mim ficou claro que nunca foi só pelo futebol ou só pelo JEC, no fundo isso foi só o start de tudo, o JEC e o futebol foram os elementos que me uniram a essas pessoas, foi o assunto em comum que nos fez compartilhar muito mais que conversas pelo Whatsapp, foi o que deu o start mas depois quem manteve o interesse foram os relacionamentos e as amizades.

Um futeba responsa que apareceu em 2017. Nem todo mundo aí é jequeano mas a gente se entende.

Eu espero realmente que o JEC, o futebol e a Arena sejam os motivadores para sairmos de casa, conhecer gente nova, trocar ideias, rir e fazer novas amizades e nunca, jamais, sob hipótese alguma sejam motivadores de brigas, discussões ou raiva. Que o JEC siga sendo pelos próximos 42 anos e eternamente o nosso aglutinador, o nosso assunto em comum.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *