Tombense x JEC: Se tropeçar, o tombo será grande

O Joinville enfrenta um adversário pela primeira vez sem estar entre os quatro primeiros. A equipe do Tombense está na oitava colocação e com apenas um ponto a menos do que o tricolor na classificação do grupo B. Uma vitória hoje na pequenina cidade de Tombos, na divisa entre Minas e Rio de Janeiro, é fundamental para o retorno de um cenário mais estável lá pelas bandas do CT do Morro do Meio. Uma derrota, além de colocar o tricolor em uma situação de proximidade da zona de rebaixamento (ou até na própria zona) colocará muita pressão na equipe.

Uma equipe, para se classificar para a segunda fase da competição, precisa do número mágico de 30 pontos em 18 rodadas. Se dividirmos o torneio em três grupos de seis jogos, o JEC precisa de 10 pontos a cada 6 jogos. O Joinville só atingirá esse objetivo com duas vitórias nas próximas duas rodadas.

ESCALAÇÕES

O volante Tinga, com dores no tornozelo direito, não viajou para Minas. Além dele o lateral-esquerdo Gustavo não foi relacionado, por opção técnica. O tricolor, no entanto, conta com a volta de Fernandinho e Kadu, após um bom tempo de afastamento por lesão.

A principal dúvida é no ataque, pelo lado esquerdo. O técnico Fabinho pode optar por Alex Ruan naquele setor, na vaga de Thiago Alagoano, com Fernandinho na lateral. Destes três, dois jogam. Além deles, este blogueiro pensa que ainda paira a dúvida sobre o 9: Grampola ou Ricardo Lobo?

O provável JEC vai a campo com: Matheus; Buiú, Danrlei, Henrique Mattos e Alex Ruan; Renan Teixeira, Roberto, Breno, Lúcio Flávio e Fernandinho (Thiago Alagoano); Grampola (Ricardo Lobo).

Entre os que não citamos acima, também foram relacionados: Jhonatan, Léo e Eliomar.

O Tombense está cheio de desfalques. O artilheiro da Série C, Max (ex-Inter de Lages) ficará cinco semanas fora do time. Além dele, o volante Coutinho e o meia Jonathan estão fora.

A provável escalação da equipe do técnico Raul Cabral deve ser: Darley; Marrone, Wellington Carvalho, Anderson e Oliveira; Natan, Éverton Dias, Éverton e Ewerton Maradona; Tauã e Maycon (Carlos Neto).

HISTÓRICO

Nunca antes na história houve um confronto entre JEC x Tombense.

APITO

Um trio paranaense está escalado. José Mendonça da Silva Júnior apita a partida, auxiliado por Pedro Martinelli e André Luiz Severo.

HORÁRIO E INGRESSOS

O jogo será no estádio Antônio Guimarães de Almeida, o Almeidão, na cidade de Tombos/MG, às 15h30min.

Os ingressos para a torcida visitante custam R$ 20.

QUEM TRANSMITE

O jogo é só no rádio. A partida pode ser acompanhada em Joinville e região nas rádios 89 FM (89.5), Máxima FM (96.7), Cultura (1250 AM) e Clube (1590 AM).

Um comentário sobre “Tombense x JEC: Se tropeçar, o tombo será grande

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *