A Série C vem aí… E agora?

A Série C começa esse final de semana e volta com ela nosso desejo que pensei ter morrido em 2011 (o ‘vamos suBir, JEC!). A competição contará com 20 clubes, sendo quatro rebaixados da Série B em 2016 (Joinville =(, Tupi, Bragantino e Sampaio Corrêa), remanescentes da terceira divisão do ano passado (ASA, Botafogo-PB, Botafogo-SP, Confiança, Cuiabá, Fortaleza, Macaé, Mogi Mirim, Remo, Salgueiro, Tombense e Ypiranga) e mais quatro que subiram da Série D passada (CSA, Moto Club, São Bento e Volta Redonda).

Na primeira fase, as equipes são separadas em dois grupos com dez clubes em cada. Todos os times jogarão entre si, em dois turnos. Os quatros melhores de cada grupo se classificam para a próxima fase. O campeonato, então, é disputado em sistema de mata-mata. E aí os quatro times que passarem para as semifinais da competição estão automaticamente classificados para a Série B de 2018. Já os dois últimos colocados de cada um dos grupos da fase inicial serão rebaixados para a Série D do próximo ano (Deus nos dibre!).

Carlos Kila ligando para o SouJEC para perguntar se aprovamos o elenco de 2017. Até o momento as contratações foram boas, seu Kila. Mas se liga: esse ano o JEC só pode inscrever 35 atletas pro Brasileiro. (Foto: Gabriel Fronzi)

Ponto importante também: nas quartas-de-final os primeiros colocados dos grupos enfrentam os quartos colocados do grupo oposto, assim como jogam a partida de volta em casa. O mesmo ocorre com o segundo colocado de cada chave, que enfrenta o terceiro do outro grupo. Aí nas semis e na final, o mando de campo no jogo de volta será determinado pelos critérios de melhor campanha em toda a competição, incluindo a fase mata-mata.

Aqui embaixo estão os adversários do JEC na primeira fase: os times do grupo B.

A ordem dos jogos do Tricolor será essa:

1ª FASE

Ypiranga x JEC
JEC x Volta Redonda
JEC x Tupi
Botafogo-SP x JEC
Tombense x JEC
JEC x São Bento
Macaé x JEC
JEC x Bragantino
Mogi Mirim x JEC

2ª FASE

JEC x Ypiranga
Volta Redonda x JEC
Tupi x JEC
JEC x Botafogo-SP
JEC x Tombense
São Bento x JEC
JEC x Macaé
Bragantino x JEC
JEC x Mogi Mirim

Para passar de fase, os números das edições desde 2012 dizem que o tricolor deverá fazer algo entre 26 pontos (Macaé, 2014) a 30 pontos (Juventude, 2016). Isso representa algo entre 48% como aproveitamento para passar ‘apertado’ e 55% de aproveitamento para passar com mais segurança. Lembrando, obviamente, que estes são números de edições passadas. Mas o ponto é que o Joinville vai precisar vencer de 7 a 9 jogos, no mínimo, e ainda arrancar empates. A fórmula é simples: ganhar em casa e roubar pontos fora de SC.

Vamos suBir, JEC! (Foto: Site oficial/JEC)

Para garantir a permanência, o Joinville deve fazer mais que 21 pontos (São Caetano, 2014, foi rebaixado com estes 21 enquanto o Caxias permaneceu com 22). Isso também representa a importância de se fortalecer em casa e a necessidade de ganhar ou empatar na casa dos outros.

Este que vos escreve acredita que o Joinville passe para a segunda fase. Entretanto, o mata-mata é imprevisível demais para que eu crave um acesso tricolor agora, no dia 8 de maio. Mas sinto a Série B próxima demais para que deixem escapar.

E você? Confiante para a temporada? 

3 comentários sobre “A Série C vem aí… E agora?

  1. Saudações .Prezado Guilherme Luiz. Assisti pessoalmente Joinville e Brusque , e Joinville. O Lioilson e o atacante do Brusque , se adicionados ao bom elenco tricolor, dá para jogar pelo Bi da Série C. Temos um ótimo goleiro, e a zaga está cada vez mais estável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *