JEC x Sport: a torcida vai jogar junto no maior jogo do ano

“Reconhece a queda / E não desanima / Levanta, sacode a poeira / E dá a volta por cima…”

É embalado na música de Beth Carvalho que o clima do dia mais importante do ano até aqui começa. Esquece o que passou! Enxuga as lágrimas e curte esse clima diferente, esse momento maravilhoso! Quem diria que nas piores condições desde o primeiro semestre de 2011 o Joinville Esporte Clube faria sua melhor campanha na história da Copa do Brasil? Pela primeira vez em seus 41 anos de sangue, suor e lágrimas o tricolor do norte de Santa Catarina disputa hoje o jogo de volta da quarta fase da competição nacional e tenta chegar às oitavas-de-final, tendo que passar por cima do embalado Sport Clube Recife.

Depois de um placar quase ideal na Ilha do Retiro, num 2×1 com gol de Bruno Batata que perdemos amargamente aos quarenta e poucos do segundo tempo, o JEC precisa hoje de uma vitória simples de 1×0 para chegar a mais uma inédita fase do mata-mata mais importante do país. Se o time pernambucano complicar fazendo um gol, o resultado de 2×1 para o tricolor leva para os pênaltis, mas uma vitória com dois ou mais gols de diferença por parte do Joinville garante a classificação. Já empate, derrota ou vitória magra com mais de um gol dos adversários leva o Sport adiante.

Em caso de classificação, o Joinville ainda ganha R$ 880 mil reais da CBF.

Juninho, revelação do Sport, fez o gol da vitória e explodiu em campo

Poupando seus principais jogadores da temporada, como Diego Souza, André, Rithiely e Rogério, o Sport deve entrar na Arena Joinville para o confronto com um esquema mais defensivo – ao menos, de acordo com as declarações dos próprios jogadores da equipe. O provável time rubro-negro, dirigido por Ney Franco, é formado por Magrão; Samuel Xavier, Durval, Henríquez e Mena; Fabrício, Ronaldo e Rodrigo; Everton Felipe, Lênis e Juninho (esse mesmo, que fez gol e provocou o banco tricolor na partida em Recife).

Marlyson é a aposta tricolor para decretar a inédita classificação

O Joinville, por sua vez, deve vir a campo com um time mais ofensivo porque só a vitória importa no jogo de hoje. O time de Fabinho Santos deve ser formado por Matheus; Caíque, Danrlei, Max e Alex Ruan; Roberto e Tinga; Alex Ruan, Bruno Rodrigues e Breno; Marlyson é o centroavante.

Há torcedores preparando aquela famosa recepção tricolor para a nossa delegação. O ônibus do JEC está previsto pare chegar às 19h40 na Inácio Bastos – horário em que os organizadores solicitam que os torcedores já estejam fazendo a festa com fogos de artifício, sinalizadores e bandeiras do maior do estado.

O jogo da nossa vida na Copa do Brasil acontece hoje às 21h45 na Arena Joinville e os ingressos custam R$ 30 para quem estiver usando o manto tricolor e R$ 40 para os torcedores do clube recifense.

Avante, Joinville! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *